segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Nova geração e responsabilidade social


Nova geração e responsabilidade social - (Tg 1.26,27)
“Se alguém cuida ser religioso e não refreia a sua língua, mas engana o seu coração, a sua religião é vã. A religião pura e imaculada diante de nosso Deus e Pai é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas aflições e guardar-se isento da corrupção do mundo.”
O adjtivo social, está diretamente ligado ao substantivo feminino, sociedade, que é povo, gente e nos lembra que precisamos ajudar aqueles que fazem parte da sociedade, mais que vivem marginalizados, excluídos.
Como geração de Deus nesse mundo, precisamos nos espelhar em nosso Mestre, Jesus Cristo, que disse “O Filho do homem, não veio para ser servido, mas para servir.” Amados “somos salvos pela fé, para desenvolvermos as boas obras” (Ef. 2.10). como salvos, somos impulcionados a  realizar as boas obras, ou seja; estamos prontos a servir com alegria e gratidão.
O texto acima nos ensina sobre a religião pura e sem macula que nos conduz a uma vida de ação social verdadeira. Esse ensino é compreendido, através de alguns destaques que fazemos do texto:

1 - Pureza de vida = (língua refreada do mal) - (v.26ª).
Ninguém pode servir verdadeiramente, ao próximo e principalmente a Deus, se não tiver um coração puro. Porque “a nossa boca fala, do que o nosso coração está cheio”. Por isso, a malediscência, o disse-me-disse, intrigas, discórdias, demonstram uma religiosidade falsa e nada vale diante de Deus. 
2. Visitar os órfãos e as viúvas, nas suas aflições = (v.27b)
O contexto histórico no tempo do apóstolo,  era essa a situação. Hoje o leque de visitas e ajuda é bem mais abrangente. Aflição é sofrimento físico, emocional e espiritual.  Como igreja, do senhor, precisamos ver o homem em sua totalidade: Corpo, alma e espírito.
3. Guardar-se da corrupção = (v.27c)
Corromper-se, significar romper com os padrões normais de uma sociedade. Nesse caso, é romper com o amor, a justiça e a misericórdia. Corrupção portanto é maldade, deslealdade, idolatria, egoísmo,desonestidade e etc. como cristãos precisamos estar longe desse tipo de atitude.
Conclusão:
Para a sociedade mundana e que jaz no maligno, isso é normal mas para os que fazer parte da nova geração de Deus, quem é nascido de novo, isso é abominação a Deus. Nós fomos chamados para fazer diferença.
Pr. José Nilton – Pastor e Psicanalista

Um comentário:

  1. Quero lhe dar os parabéns e glorificar ao Senhor Deus por sua vida. Essas frases refletem a ortodoxia bíblica, conhecimento sadio de profundas verdades extraídas das Escrituras. Tenho sido profundamente edificado com tais máximas e oro ao Senhor para que o amado irmão continue nessa caminhada, edificando, repreendendo, corrigindo, consolando e exortando o Corpo de Cristo. Ao amado em Jesus, deixo a amorosa exortação feita pelo escritor sacro:

    "Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis." (Hebreus 6:10).

    A propósito, caso ainda não esteja seguindo o meu blog deixo aqui o convite, acesse o link abaixo:

    Fruto do Espírito

    Minha Fan Page

    P.S. Convido a conhecer o blog do irmão J.C.de Araújo Jorge.
    Mensagens atuais, algumas polêmicas, porém abençoadoras...
    Acesse e confira:
    Discípulo de Cristo

    Em Cristo,
    ***Lucy***

    ResponderExcluir

Mulher Ágape!

Cristão Site